terça-feira, janeiro 11, 2011

Uma mente incrível *

"Quero ser como uma criança, ter nos olhos a visão de um mundo maravilhoso, quero olhar para trás e apenas alegrar-me com tal ou nem me lembrar do que comi ontem. Quero amar e amar sem fronteiras, quero investir um pouco mais em mim mesma. Sem esperar nada em troca quero fazer nascer novamente o sorriso no rosto de alguém que chora. Sem ter pressa quero crescer e aprender com tudo que faço, eu não tenho hora para chegar. Com muita audácia quero enfrentar meus medos, combater o mal, lutar com minha espada e meu escudo, até que uma das espadas caia no chão ecoando na minha memória o gosto da vitória, voltar para casa como uma grande heroína sobre meu 
cavalo branco, com os cabelos oscilando ao vento, esticar sobre minha face o mais belo sorriso de dever cumprido, salvando meu reino de um terrível bandido. Quero viver em aventura, sobre a terra de "Far Far Way", brincar com a comida, chamar de amigo o biscoito, ir ao baile com meu príncipe encantado que não é nada príncipe, porém é todo encantado. Quero contar as estrelas apenas com o olhar, sem apontá-las com o dedo, para uma ruga não nascer. E desenhar nas nuvens brancas sobre o céu azul de um dia de domingo. Vou chorar ao ver que a brincadeira acabou por hoje, amanhã é segunda-feira e tudo volta ao seu lugar... Semana que vem tem mais, mais detalhes da singela e adorável mente de uma criança que não quer nada além de viver. Volto agora a minha mente de mulher sonhando com o dia em que serei mais uma fez surpreendia pela lembrança da criança que há em mim."







_Thayná  de Pontes Ramos_